O ESTADO DE ISRAEL À LUZ DA LEI JUDAICA


Perguntas e Respostas

Rabino Iaacov Moshe Bergman, Editora Sêfer, 240 páginas (16×23 cm, brochura), ISBN 85-85583-66-5, 2004

Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

·O Estado de Israel pode ser a realização da visão messiânica dos profetas?

·Qual a relevância em saber se estamos ou não no início do processo da redenção?

·Por que muitos rabinos se opõem ao sionismo?

·Podemos responsabilizar o sionismo por milhares de pessoas que abandonaram a religião?

·Não seria melhor preocuparmo-nos com o cumprimento dos preceitos religiosos e deixar o resto nas mãos de Deus?

·Por que os sionistas religiosos aparentam ser menos rigorosos no cumprimento dos mandamentos?

·Desde quando é permitido enfeitar uma sinagoga com um símbolo laico, como uma bandeira?

São famosas as palavras de Nachmânides, para quem a Halachá (Lei Judaica) não deve, necessariamente, apresentar conclusões decisivas e respostas resolutas. Ou seja, ela também abre espaço para a indagação e interpretações diferentes das fontes. Não é minha intenção afirmar que o sionismo religioso é a única possibilidade na Halachá. Longe de mim entrar num redemoinho de discussões, para convencer as pessoas a mudarem o caminho que aprenderam com os seus rabinos. Nosso próprio público, o nacional religioso, tem as suas questões.

Muitas perguntas me foram enviadas justamente por amigos e vizinhos, ansiosos por encontrar uma resposta que os satisfizesse. Posso até me permitir fazer uma afirmação de que esta ou aquela seja a resposta mais adequada (a meu ver), mas creio não haver uma resposta absoluta. Quem estudar este livro com o intuito de esclarecer este tema e de encontrar a verdade (e não motivado pelo gosto da controvérsia), descobrirá a Divina verdade que aqui se oculta.

Algumas Pessoas pensam que a ideologia religiosa sionista é conciliatória, e que não tem compromisso suficiente com a Torá Oral. Este é mais um dos objectivos deste livro: mostrar que a Torá Divina é a essência e o conteúdo de nossas vidas. Nosso compromisso com a Halachá é absoluto e o modo como servimos a Deus provém única e exclusivamente dela.

Rabino I. Moshe Bergman

Sobre o autor:

Iaacov Moshe Bergman nasceu em 1969, em Jerusalém. É bisneto do renomado líder e Rabino Iaacov Moshe Charlap ZT”L. a quem seu nome homenageia. Após 14 anos de estudos na Yeshivat Mercaz Harav, recebeu sua “semichá” (título de Rabino) do Rabinato-Chefe de Israel e também dos ex-rabinos-chefes Avraham Shapira e Mordechai Eliyáhu. Além disso, é “mohél” diplomado pelo Rabino-chefe e detém o título académico equivalente ao mestrado em Talmud. Tanach e Torá Oral. É oficial do Exército de Defesa de Israel, tendo servido como soldado de combate. Foi professor em várias escolas em Israel e lecciona no Curso para Formação de Rabinos do Instituto Amiel.

Entre 2000-2002 serviu como Rabino da Comunidade Bnei Akiva de São Paulo, onde impressionou a todos por sua dedicação e por seus vastos conhecimentos em todas as áreas do judaísmo, e reforçou os laços da comunidade com o Estado de Israel através do esclarecimento da essência do sionismo nacional-religioso.

Sobre RAMM
My Motto: The wise man doesnt give the right answers, he poses the right questions, Claude Levi-Straus.

One Response to O ESTADO DE ISRAEL À LUZ DA LEI JUDAICA

  1. Paul Roger diz:

    B”H

    Este é um dos melhores livros do pensamento religioso e sionista já publicado. Oferece respostas incríveis a perguntas que a gente nem imagina que existam. Vale a pena conferir, a leitura é num folego só, não dá para parar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: