SALMOS



Vitor e Jairo Fridlin, David Gorodovits, Editora Sêfer, Edição em 2 formatos:

Salmos – Hebraico e Português (de bolso) – 464 páginas (10,5×14 cm, capa dura), ISBN 85-85583-25-8, 2000 (4ª edição)

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

Salmos – Com Tradução e Transliteração – 464 páginas (14×21 cm, capa dura), ISBN 85-85583-20-7, 199 (4ª edição)

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Do Prefácio:

«… Partindo de uma tradução literal, consultámos obras de nossos grandes comentaristas (relacionados no livro) para não nos desviar, em momento algum, de seu significado pleno, e tentámos reescrever a obra de David em português.

Se a inspiração que moveu o Rei David a nos legar este monumento conseguir atingir nossos corações e as mentes destes meninos judeus que pretendem voltar para casa, e ajudá-los a recuperar sua herança espiritual, já nos sentiremos recompensados.

Possa o Eterno nos abençoar e nos conduzir pela vereda da Vida a uma existência plena de estudo, oração e Maassim Tovim, boas atitudes.

Que uma Teshuvá completa seja alcançada por cada um de nós. Para que a ética, a prática da nossa religião e seus valores humanitários, a dedicação ao trabalho inspirador e criativo que sempre caracterizou o povo judeu e sua contribuição para o bem-estar dos seres humanos nos permitam constituir uma das parcelas positivas capazes de mudar o destino da Humanidade, dividida e cheia de ódios, desentendimentos, preconceito e incompreensão, para conquistar seus opostos: a compreensão e a paz.

Para que, afinal, penetre em nossos corações o significado do Salmo 19 como exemplo dos demais:

“Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento atesta a obra de Suas mãos. Um dia ao seguinte transmite esta mensagem, uma noite à outra a comunica.

Não é linguagem humana, não há palavras, e som algum é percebido, mas por toda a terra ressoa o que dizem, e até aos confins chega Sua mensagem;

Para o sol assentou Deus no céu uma tenda; ele é como o noivo que sai da câmara nupcial, e como um herói ansioso para percorrer seu trajecto. Parte de um extremo dos céus e atinge o outro, e nada escapa de seu calor.

A Lei do Eterno é perfeita e reconforta a alma; verdadeiro é o testemunho do Eterno, que torna sábio o mais simples.

De absoluta rectidão são os preceitos do Eterno e trazem alegria ao coração; límpido é o mandamento do Eterno, que ilumina o olhar.

Puro é o temor do Eterno e perdura para sempre; verdadeiros são os julgamentos do Eterno, todos igualmente justos. São mais desejáveis que o outro, que o ouro mais refinado; mais doces que o mel que se forma nos favos.

Teu servo se esmera em cumpri-los e sei que grande é a recompensa por sua observação. Mas quem consegue discernir seus próprios erros?

Purifica-me das faltas involuntárias que não percebo.

Preserva-me também dos pecados conscientes, para que não dominem; serei então plenamente íntegro e estarei inocente de grandes transgressões.

Possam as palavras de minha boca e a prece de meu coração serem aceites por Ti, ó Eterno, minha Rocha e meu Redentor.”

Elul 5759, Agosto 1999.

David Gorodovits, Vitor Fridlin e Jairo Fridlin »

SÊFER IETSIRÁ – O LIVRO DA CRIAÇÃO



Teoria e Prática

Rabino Aryeh Kaplan, Editora Sêfer, 384 páginas (14×21 cm, capa flexível), ISBN 85-85583-32-0, 2002 (3ª edição)

EUROPA: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Para muitos, a palavra Cabalá encerra, por si, a experiência mística por excelência. Mas a verdade é que muitos livros modernos sobre o tema pouco iluminam seus antiquíssimos e mágicos aspectos. Nesta tradução do Sêfer Ietsirá, tido como o mais misterioso de todos os textos cabalísticos, o Rabino Aryeh Kaplan traz à luz implicações teóricas, meditativas e mágicas.

Ele explora a dinâmica do domínio espiritual, os mundos das Sefirot, das almas e dos anjos. Quando plenamente compreendido, o Sêfer Ietsirá torna-se o manual de instruções para um tipo muito especial de meditação que tem o propósito de fortalecer a concentração e auxiliar no desenvolvimento de poderes cinéticos e telepáticos. A função destes poderes era ajudar os estudiosos da Cabalá a alcançarem feitos que aparentemente envolviam alguma espécie de magia.

A Cabalá mágica é intimamente ligada à Cabalá da meditação, e se utiliza de vários sinais, encantamentos e nomes Divinos através dos quais seria possível influenciar ou alterar eventos naturais. Esta tradução inclui as cinco dimensões da meditação, a transição de Biná para a consciência de Chochmá, o ponto para o infinito, astrologia cabalística, a visão de Ezequiel de acordo com o Sêfer Ietsirá, e o mistério dos 231 portões.

Também faz parte desta edição uma compilação dos comentários mais importantes sobre o texto do Sêfer Ietsirá, e a relação de muitos dos grandes trabalhos cabalísticos que o abordam, bem como notas extensas sobre aspectos específicos da obra. A tradução feita pelo Rabino Kaplan baseia-se na versão chamada “Gra”, tida como a mais autêntica.

Inclui a versão resumida, a versão longa e a versão de Saádia Gaón, fazendo da obra a mais completa editada até hoje.

***

Sobre o Autor:

O Rabino Aryeh Kaplan foi um mundialmente famoso erudito da Torá que produziu mais de cinquenta livros em sua breve vida, entre eles: Sêfer Ietsirá; Meditação e Cabalá; Imortalidade, Ressurreição e Idade do Universo (editados pela Sêfer); Meditation and Bible; e O Bahir (editado pela Imago).

As obras de Kaplan incluem comentários e traduções de antigas e obscuras obras de eruditas bíblicos e cabalistas, assim como livros aconselhando jovens judeus sobre os méritos do estudo e observância da Torá. Durante um período foi editor da revista Jewish Life, traduziu um enorme comentário sobre a Torá da autoria do Rabino sefaradi Iaacov Culi e produziu uma original tradução/comentário dos Cinco Livros de Moisés, que chamou de Torá Viva.

Aryeh Kaplan nasceu no Bronx, Nova Iorque, estudou na Yeshivá local e continuou sua educação em Yeshivot de Israel. Durante um tempo entrou no campo da ciência e foi, por um breve período, o mais jovem físico empregado pelo governo dos Estados Unidos antes de devotar sua vida ao estudo da Torá. O Rabino Aryeh Kaplan faleceu aos 48 anos, em 1983.

%d bloggers like this: