A ROSA DE TREZE PÉTALAS – Introdução à Cabala e à Fé Judaica


A Rosa de Treze Pétalas

Adin Even Yisrael (Steinsaltz), Editora Maayanot, 166 páginas (21×14 cm, Brochura), ISBN 978-85-85512-76-8, 1992 (2ª Edição 2002)

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

BRASIL: http://www.sefer.com.br/details/657/rosa-de-treze-pétalas 

***

A Rosa de Treze Pétalas – Introdução à Cabala e à Fé Judaica

Esclarece conceitos fundamentais da tradição mística judaica, a Cabalá, apresentando uma nova visão do papel da fé como instrumento para a busca de Deus.
***
Segundo a Cabala, o mundo em que vivemos – o universo material visível e sensível – é apenas a parte aparente de um imenso iceberg espirítual de estruturas complexas.
É este mundo oculto, cuja compreensão é indispensável para conhecer a verdadeira realidade da nossa existência, que Adin Steinsaltz resolveu descrever neste breves ensaios.
Este mestre inconteste do pensamento judaico contemporâneo esclarece, assim, certos conceitos fundamentais da tradição mística judaica: os quatro mundos da Cabala, os Anjos, as Sefirot.
Apresentando uma nova visão do papel da fé, na prática e na busca de D’us, Adin Steinsaltz elabora uma síntese teológica tão clara quanto brilhante, que permite o acesso às próprias fontes da mística judaica.

***

Sobre o autor:

Sábio, professor, rabino, místico, cientista e crítico social,  Adin Steinsaltz é considerado, internacionalmente, como um dos maiores sábios do século XX.

Além dos seus estudos judaicos, o Rabino Steinsaltz estudou matemática na Hebrew University of Jerusalem.

É diretor do The Israel Institute for Talmudic Publications e estabeleceu como objetivo de sua vida a popularização do Talmud. Mais de 30 volumes já foram publicados, de sua nova tradução (do Aramaico) para o hebraico e comentários sobre o Talmud da Babilônia e de Jerusalém, vendendo mais de um milhão de exemplares no mundo inteiro.

Atualmente, dedica-se a preparar uma edição em inglês, para levar o Talmud ao maior público possível. Rabino Steinsaltz foi professor residente na Yale University e no Institute of Advanced Studies of Princeton University. Em 1988, recebeu o Prêmio Israel, a maior honra conferida pelo seu país.

Em Israel, onde o Rabino Adin Steinsaltz reside com toda a sua família, bem como na Europa e nos Estados Unidos, suas palestras e prolíficos escritos atraíram muitos seguidores, inspirando um grupo significativo de discípulos.

Nos seus livros, os leitores encontrarão um mestre que, apesar de profundamente arraigado no chassidismo – a forma mais tradicional do judaísmo – , é extremamente eficiente ao explicar o significado da existênciajudaica aos leigos.

Sua sabedoria, compreensão e conhecimentos alimentaram a muitos em setores aparentemente diversos, tanto dentros do mundo judaico, como fora dele.

Anúncios

O ANO JUDAICO ILUSTRADO


O Ano Judaico123

Danny Wool e Yelfim (Chaim) Yudin, Editora Sêfer, 92 páginas (21×28 cm, colorido, capa dura), ISBN 85-85583-77-4, 2007

Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

* * *

O Ano Judaico Ilustrado

Livro sobre as festas judaicas, ricamente ilustrado, em capa dura, formato 21 x 28 cm, indicado para crianças e adolescentes (mas que os adultos adorarão conhecer, pois ensina muitos detalhes interessantes sobre cada data do calendário judaico).

Cada festa é tratada em um capítulo separado por meio de informações sobre sua origem e contexto histórico, conceitos ligados a ela, histórias que ilustram sua essência e os costumes para cada ocasião.

Esta obra é uma edição internacional (já disponível em hebraico, inglês e russo) e foi diagramada e impressa em Israel. Já está adoptada em todas as escolas judaicas do Brasil e de Portugal.

* * *

Prepare-se para passar um ano inteirinho com Beto e Debi, explorando e descobrindo tudo sobre o calendário judaico.

Rico em conteúdo, divertido e interessante, O ANO JUDAICO ILUSTRADO dá vida e ritmo aos meses judaicos, tornando-os envolventes para toda a família.

Por meio das bem-humoradas perguntas e respostas de Beto e Debi e de uma selecção criteriosa de contos e histórias, as crianças aprenderão brincando tudo sobre as festas judaicas e seus costumes.

Ilustrado e editado com raro requinte, O ANO JUDAICO ILUSTRADO é um meio original e lúdico de aprender sobre a história, as ideias e as práticas que tornam as festas judaicas uma experiência de vida enriquecedora e significativa.

* * *

Introdução

Se o intuito da publicação do Livro do Shabat (pela mesma editora de Israel e, em breve, também em português) era o de introduzir as crianças judias ao conceito do “tempo judaico”, este livro, por sua vez, foi projectado com a finalidade de explorar esse tempo em todos os seus aspectos históricos, culturais, éticos, literários e espirituais.

Os primeiros passos nesta direcção foram dados com a introdução do conceito da semana judaica, com a porção da Torá nos fornecendo uma narrativa semanal de histórias e leis, culminando no glorioso palácio que chamamos de Shabat.

Agora, neste livro, mapeamos todo o calendário com a intenção de fornecer o conhecimento, os sentimentos e as ideias profundas que envolvem cada dia sagrado do ano judaico. O objectivo deste livro é deixar de lado os meses com os quais estamos mais familiarizados – de janeiro a dezembro – e aprender o ritmo dos nossos próprios meses hebraicos – de Tishrei a Elul.

Chaim Nachman Bialik, o grande poeta nacional judeu do século passado, escreveu certa vez um artigo para justificar a celebração de Chanucá como um evento nacional, além do significado espiritual que essa festa representa para nós, judeus. Nesse breve artigo, a fim de elucidar as festas judaicas, ele usa uma metáfora com a qual qualquer judeu é capaz de se identificar. Bialik compara nossas celebrações – tanto as alegres quanto as tristes – a montanhas no tempo, cuja função é servir de testemunhas das erupções vulcânicas e dos terramotos que ocorreram anteriormente em nossa história. Esses eventos cataclísmicos foram tão potentes na época em que ocorreram que deixaram vestígios permanentes na história de nossa gente. A cada ano, quando atravessamos essas “montanhas”, elas nos remetem aos eventos do passado, aos anos em que nos formávamos como povo. Nesse trajecto, é possível perceber colinas menores que testemunham outros momentos dramáticos da nossa história, de natureza similar e de significado idêntico às experiências que vivenciamos no momento actual.

Desde o tempo de Bialik, novos capítulos foram escritos em nossa história e dias especiais para comemorar esses eventos foram criados. As gerações futuras verão novas montanhas, nas quais vivenciamos os horrores do Holocausto, o orgulho pelo estabelecimento do Estado de Israel, a trágica perda de soldados israelenses e nossa alegria pela reunificação de Jerusalém, a eterna capital do nosso povo. Iom Hashoá Vehaguevurá, Iom Haatsmaút, Iom Hazicarón e Iom Ierushaláyim fazem parte, agora, do panorama do nosso calendário.

Por tudo isso, este livro é dedicado a todas as crianças e jovens judeus do mundo inteiro que anseiam retornar ao seio do povo judeu após algumas décadas de distanciamento de suas origens e de uma certa separação espiritual. Esta obra foi escrita numa linguagem que possibilitasse a todos – inclusive a seus pais – compreender o nosso calendário, para que as nossas festas sejam as suas festas também, e nossas tradições, as suas referências culturais e religiosas. Assim, nossos costumes de alegria e sofrimento serão compartilhados e vivenciados igualmente pelos judeus de todo o mundo.

Dr. Seymour Epstein

Diretor de Educação Judaica do

Comitê Judaico-Americano de Distribuição JOINT

DEZENOVE CARTAS SOBRE JUDAÍSMO


Dezenove

Rabino Shimshon (Samson) Raphael Hirsch, Editora Sêfer, 140 páginas (14x21cm, capa flexível), ISBN 85-85583-34-7, 2002

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

“Dezenove” Cartas Sobre Judaísmo – The Nineteen Letters of Ben Uziel

Esta primeira obra do Rabino Hirsch (1808-1888) publicada em português apresenta sua profunda visão do judaísmo, através da troca de correspondências entre um jovem intelectual e seu filosófico rabino.

Seu conceito de ”Torá im Dérech Érets”, que criou uma ponte sólida entre a modernidade e o espírito e as práticas da Torá, revolucionou a educação judaica e o judaísmo no século 19 e é aplicado até hoje com enorme sucesso pela neo-ortodoxia, que cumpre os mandamentos Divinos integrada à sociedade laica. É um daqueles livros capaz de mudar toda uma vida!

***

Prefácio dos Tradutores:

Foi um privilégio trabalhar nesta obra excepcional do célebre rabino Shimshon (Samson) Raphael Hirsch Z’’L, a primeira a ser traduzida na íntegra para o português. Escrita originalmente em alemão, revela-se tão importante hoje quanto no século XIX, quando foi publicada a primeira a primeira vez.

Em nome da fidelidade absoluta ao conteúdo, utilizamos duas traduções do alemão para o inglês – uma feita pelo rabino Bernard Drachman, em 1899, e a outra, pelo rabino Joseph Elias, em 1995. Comparamos também o texto em português ao original alemão. Apesar da força do tema central, optamos por inserir algumas adaptações idiomáticas que, esperamos, ampliarão a compreensão das ideias expostas.

Com o mesmo objectivo, elaboramos uma introdução sobre a vida e a produção literária do autor. Fazem parte desta edição as notas explicativas do próprio rabino Hirsch (SRH), mais as notas da tradução norte-americana assinada pelo rabino Joseph Elias (JE), além das notas dos tradutores (NT). Cada carta também recebeu um título segundo sua característica mais marcante. Chegamos a estes títulos através de consultas a diferentes traduções para língua inglesa.

A edição final coube ao professor Jairo Fridlin, que manteve intacto o espírito do texto ao imprimir um tom mais coloquial à linguagem. Seu objectivo, não por acaso o mesmo autor, na época, foi o de incentivar o questionamento e o debate sobre os caminhos da religião entre os jovens. Porque este é um livro dedicado a eles.

Auro del Giglio

Ricardo Metzner

2º LIVRO JUDAICO DOS PORQUÊS


Capinha porques 02

Alfred J. Kolatch, Editora Sêfer, 408 páginas (14×21 cm, capa flexível), ISBN 85-85583-19-3, 1998

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

2º Livro Judaico dos Porquês não é uma mera continuação, mas sim uma consequência.

No Livro Judaico dos Porquês (http://www.judaicaportugal.com/LIVRO_JUDAICO_DOS_PORQU_S/p440356_1616135.aspx), o rabino Alfred J. Kolatch havia abordado centenas de questões fundamentais sobre todos os aspectos do judaísmo – o Shabat e os feriados religiosos; as leis de Cashrut; os rituais observados nas sinagogas e os vários marcos da vida, como o nascimento, a circuncisão, Bar e Bat- Mitzvá, casamento e divórcio, morte e luto. Alguns destes temas são aqui retomados, ora explorados em maior profundidade, ora comentados de forma mais extensa ou, ainda, enriquecidos por informações totalmente novas.

***

“A resposta entusiástica que a publicação do Livro Judaico dos Porquês recebeu foi algo inesperado e bastante encorajadora. A obra respondia a cerca de 500 perguntas, mas também provocava novas dúvidas…

2º Livro Judaico dos Porquês explora alguns daqueles temas com maior profundidade e discute outros assuntos mais complexos como, aborto, conversão, controle de natalidade, inseminação artificial, transplante de órgãos, tabagismo, proselitismo, casamentos mistos, detalhes referentes à observância do Shabat e as relações de entre judeus e cristãos.”

Alfred J. Kolatch

***

Sobre o Autor:

O Rabino Alfred J. Kolatch é formado pelo Seminário para Professores e pela Faculdade de Ciências Humanas da Yeshiva University, foi ordenado rabino pelo Jewish Theological Seminary of America, recebendo em seguida o Título Doutor Honoris Causa em Teologia. De 1941 a 1948 exerceu a função de rabina das congregações de Columbia, Carolina do Sul, Kew Gardens e Nova York, e como rabino do exército dos Estados Unidos. Em 1948, fundou a Jonathan David Publishers, onde ocupa o cargo de director-presidente. Entre suas inúmeras obras publicadas destacam-se: The New Name Dictionary, The Jewish Home Advisor, Estórias da Bíblia para Crianças (lançado pela Editora Sêfer), The Jewish Childs First Book of Why, Our Religion: The Torah, Jewish Information Quiz Book, Whos Who in the Talmud, The Family Seder, This is the Torah e The Complete Dictionary of English and Hebrew Names.

BREVE HISTÓRIA DO JUDAÍSMO


Breve História do Judaísmo

Isidore Epstein, Editora Sêfer, 368 páginas (16×23 cm, flexível), ISBN 978-85-7931-003-4, 2010

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Breve descrição da origem e desenvolvimento dos ensinamentos, práticas, pensamento filosófico e doutrinas místicas da religião e moral judaicas ao longo de 4.000 anos de história dos judeus

***

Breve História do Judaísmo

Este breve mas compreensivo estudo do judaísmo é apresentado contra um fundo de 4.000 anos de história dos judeus, que vai desde as migrações de Abraão, o progenitor do povo judeu, até o estabelecimento do moderno Estado de Israel.

O livro narra o nascimento, crescimento e desenvolvimento das crenças, dos ensinamento e das práticas do judaísmo, assim como as suas esperanças, aspirações e ideias. São expostos também os movimentos espirituais e as influências que têm moldado a religião judaica nas suas variadas manifestações.

São descritas as várias contribuições feitas por profetas, legisladores, mestres, salmistas, sábios, rabinos, filósofos e místicos através dos quais o judaísmo veio a se tornar a força viva religiosa que é hoje. No tratamento destes temas é mantido o equilíbrio entre os fatos e a interpretação, com clareza e simplicidade.

***

“O saudoso Rabino Dr. Isidore Epstein foi um dos mais destacados acadêmicos da comunidade judaica britânica; um homem de vasta erudição cujo trabalho se estendeu sobre quase todas as áreas do judaísmo história, legislação, literatura e filosofia. Suas obras, sempre magistrais, permanecem atuais até os dias de hoje.”

Jonathan Sacks, Rabino-Chefe da Grã-Bretanha e Comunidade Britânica

TORÁ HOJE


Torá Hoje

Pinchas H. Peli, Editora Sêfer, 252 páginas (14×21 cm, brochura), ISBN 978-85-85583-93-4, 2009

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Torá Hoje – Um encontro renovado com a Escritura Sagrada

Um dos elementos centrais da liturgia judaica é a leitura semanal de uma das 54 porções (trechos) da Torá – os cinco primeiros livros da Bíblia, também conhecidos como a Lei de Moisés. Esta obra é a compilação de 54 criativas análises sobre cada uma delas, publicadas originalmente na coluna de Pinchás H. Peli no jornal Israelita Jerusalém Post durante a década de 1980.

Escritos em estilo claro e moderno, cada um desses ensaios aproxima o leitor do precioso mundo da Torá e da forma como o judaísmo encara e enfrenta os desafios da sociedade moderna. Esse tipo de comentários é leitura essencial para judeus em todo o mundo – tanto na hora em que suas famílias se reúnem ao redor da mesa do Shabat, como para rabinos e seus alunos, ou professores e catedráticos da Bíblia. Os hermeneutas cristãos também são devotos e interessados leitores do Rabino Peli.

Esta reedição de Torá Hoje permitirá à nova geração de estudiosos e amantes da Bíblia o acesso a este grande clássico da literatura judaica do século 20.

***

“Torá Hoje é um modo efetivo e memorável de se apresentar ao leitor secular contemporâneo as antigas e sagradas tradições da Bíblia, de forma edificante e inspiradora. Nessa obra, o Rabino Peli expressa sua alma judaica e mente pensadora por meio de sua preciosa habilidade poética.”

Rabino Dr. Norman Lamm (ex-presidente da Yeshiva University)

***

Sobre o autor:

O Rabino Pinchás Hacohen Peli (1930-1989) ocupou lugar de destaque na vida intelectual e religiosa de Israel. Foi amigo e discípulo do Rabino Joseph B. Soloveitchik e de Abraham Joshua Heschel, bem como chefe do Departamento de Literatura Hebraica e da cátedra de Valores Judaicos da Universidade Ben Gurion, em Beer Shéva.

O QUE É RESPEITAR O SHABAT?


O Que é Respeitar o Shabat

Daian Dr. Isidor Grunfeld, Editora Sêfer, 104 páginas (16×23 cm, brochura), ISBN 978-85-85583-80-4, 2008

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

O que é Respeitar o Shabat? – Um guia para seu cumprimento e compreensão

Este livro foi escrito inicialmente há cerca de 50 anos. A presente edição foi revista e ampliada para atender ao estilo e às normas do século 21. Nele, foram incluídas histórias da nossa literatura, para mostrar como os princípios apresentados aqui afetaram a vida dos judeus em todas as eras.

Este singelo livro foi a estreia literária do Daian Grunfeld. Ele foi considerado “a melhor exposição disponível em inglês sobre o Shabat”, sendo traduzido para vários idiomas, inclusive para o hebraico sob o título de Mataná Guenuzá, e agora é publicado também em português, numa tradução de David Gorodovits, que também assina o posfácio, e ricamente ilustrado por Ivo Minkovicius.

A particularidade deste livro sobre todos os outros que dissertam sobre o Shabat é que ele destaca seu significado haláchico, demonstrando que a abstenção de melachá (“atividade”) em qualquer de suas ramificações é o coração pulsante e o núcleo de sua observância. Esse é um aspecto do Shabat judaico classificado frequentemente pelos ignorantes como “uma ênfase sem sentido sobre detalhes triviais”.

Com muita profundidade, o Rabino Hirsch apresentou um conceito majestoso sobre issur melachá, a proibição de executar determinadas atividades. Ele a explica como sendo a abstenção de toda atividade criativa por um dia em cada sete, o que, por meio dessa atitude, presta um testemunho eloquente da necessidade de vivermos no mundo do Criador como uma de suas criaturas e de usar toda a potencialidade humana a Seu serviço.

Esse conceito, tão bem apresentado neste livro, deve pôr um fim a esse tipo de incompreensão de uma vez por todas. Seguramente, alguém que tenha lido esta obra não poderá, honestamente, voltar a argumentar que, por exemplo, a lei do Shabat contra acender fogo aplicava-se apenas na época em que isso envolvia o árduo trabalho de atritar pesadas pedras…

O quarto de século decorrido desde o lançamento deste livro, durante o qual houve uma crescente desumanização e despersonalização do ser humano, assim como uma grave erosão dos padrões morais, serviu apenas para reforçar a mensagem com a qual o Daian Grunfeld estava tão apaixonadamente comprometido – a eterna relevância das leis da Torá, especialmente aquelas referentes ao Shabat, e a regeneração espiritual do povo judeu e de toda a humanidade.

Rabino Aryeh Carmell

***

Sobre o autor:

O Daian (juiz rabínico) Isidor (Ishai) Grunfeld (1900-1975), que atuava no tribunal do Rabinato-Chefe da Grã-Bretanha, era advogado, um líder comunitário, educador e escritor prolífico, além de, acima de tudo, um ardente seguidor do Rabino Samson Raphael Hirsch (1808-1888).

Ele dedicou toda a sua vida à interpretação das ideias e dos trabalhos de seu mestre, tornando-os acessíveis à nossa geração. Foi um advogado eloquente da aplicação dos pontos de vista “Hirschianos” aos problemas correntes do século 20. Herdou do Rabino Hirsch a amplitude de visão que o imortalizou. Ele tinha amplo conhecimento das correntes do pensamento secular e considerava bem-vinda cada oportunidade que se lhe deparava para demonstrar a relevância da Torá na solução dos problemas mais complexos da humanidade.

Ele lutou conta a mentalidade estreita do shtiebel (pequenas casas de oração características das cidadezinhas da Europa) que consideravam que a posse e o interesse da Torá eram apanágio apenas de uma pequena porção do povo. Entretanto, manteve-se sempre em bons termos com os participantes desses círculos, conquistando sua admiração, afeto e respeito.

***

ÍNDICE

Introdução à 5ª Edição em Inglês

In Memoriam ao autor

In Memoriam ao editor

Prefácio do Autor

Capítulo 1 – O ESPÍRITO DO SHABAT

O significado do Shabat

O Shabat e a vida

Capítulo 2 – O CONCEITO DE MELACHÁ

O que é melachá?

A idéia contida no conceito de melachá

Classificação por objetivos

Significado especial de “transportar”

Capítulo 3 – OBSERVÂNCIA DO SHABAT NA PRÁTICA

Salvaguardas do Shabat

Visão prática das categorias de melachá

Trabalho executado por um não-judeu

Doenças no Shabat

Descanso dos animais

Capítulo 4 – A CELEBRAÇÃO DO SHABAT

1. O espírito de Menuchá

2. Recebendo o Shabat

3. As velas do Shabat

4. O início do Shabat

5. A santificação (Kidush)

6. Os dois pães do Shabat

7. A alegria do Shabat

8. A despedida do Shabat (Havdalá)

9. Atividades no Shabat e nos dias de semana

10. Viagens durante o Shabat

11. As crianças e o Shabat

Capítulo 5 – O SHABAT E O MUNDO MODERNO

1. Os aspectos econômicos da observância do Shabat

2. O Shabat e o Estado de Israel

Posfácio à Edição Brasileira

***

Assista a uma verdadeira “aula” de judaísmo sobre o SHABAT no Youtube com David Gorodovits no link abaixo (copie e cole no Explorer):

http://www.youtube.com:80/watch?v=dL73mu7WjSE

%d bloggers like this: