ENSAIOS SOBRE A TORÁ – VAICRÁ


Ensaios  Vaicrá

Ruben Rosemberg, Editora Sêfer, 291 páginas (16×23 cm, capa dura), ISBN 978-85-7931-013-3, 2010

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Colectânea de ensaios sobre as porções semanais da Torá – o volume 3 é sobre o Levítico-, apresentando uma visão inovadora e bastante didática sobre os temas tratados. Capa dura.

“Diferentemente do senso comum, educar não é “treinar” ? levar o aluno a fazer coisas por medo ou costume. Educar significa ajudá-lo a começar seu próprio caminho, até o ponto em que o aluno irá caminhar só, autonomamente. Eu tive o meu início e alguém que me ajudou a caminhar por meu próprio caminho como um verdadeiro mechanêch (educador/inaugurador). 
Nas aulas do Moré Rubinho pude ter contato com o grande profissional e educador que é. Graças a suas aulas, pude chegar onde estou hoje: ensinando Torá em Érets Israel. Mas também, fora das quatro paredes das salas de aula, pude conhecer o grande mechanêch que é quando não está lecionando. Afinal, educar não é só dar aulas, mas também tratar os alunos como filhos e acompanhá-los por toda a vida. E agora, tivemos o mérito de conhecer mais um lado do grande mechanêch: o de escritor. 
Depois do grande sucesso dos dois primeiros volumes de sua série, temos agora o prazer de receber mais um: Ensaios Sobre a Torá – Vaicrá, que me levam de volta a um tempo muito especial da minha vida, onde tudo começou: dentro das quatro paredes do Colégio Bialik.”

Rabino Daniel Segal

***

Sobre o autor:

Ruben Rosenberg estudou no Colégio Barilan e foi ativista do Movimento Juvenil Bnei Akiva do Rio de Janeiro. Cursou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ, transferindo-se posteriormente para o Technion (Israel Institute of Technology) de Haifa. Nesse período, estudou no Bêt Midrash do Technion, dirigido pelo Rabino Eliahu Zini. Desde 1992, quando se fixou em São Paulo, Rubinho é professor da Área Judaica do Colégio Bialik, actuando também no Colégio Iavne, no projeto Kiruv e, mais recentemente, no projecto Chinuch Marcha da Vida, do Fundo Comunitário. É formado em Letras – Português e Hebraico. É casado e pai de 4 filhos.

Veja do mesmo autor:

Ensaios sobre a Torá – Bereshit (Génesis)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_BERESHIT/p440356_1618314.aspx

Ensaios sobre a Torá – Shemot (Êxodo)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_SHEMOT/p440356_2957995.aspx

Ensaios sobre a Torá – Vaicrá (Levítico)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_VAICR_/p440356_2957864.aspx

ENSAIOS SOBRE A TORÁ – SHEMOT


Ensaios  Shemot

Ruben Rosemberg, Editora Sêfer, 322 páginas (16×23 cm, capa dura), ISBN 978-85-85583-89-7, 2009

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Coletânea de ensaios sobre as porções semanais da Torá – o volume 2 é sobre o Êxodo -, apresentando uma visão inovadora e bastante didática sobre os temas tratados. Capa dura.

“O Livro Shemot e seus ramificados ensinamentos, repletos de preceitos como uma romã, representam a base para o nosso comportamento como judeus corretos, em nossa aproximação ao Todo-Poderoso e à Sua Torá e em nossa fé em Sua grandeza.
Ruben Rosenberg é um artista, um desenhista em sua natureza; um entendido com seu pincel e as tintas, conseguindo criar imagens com temas sagrados que encantam os olhos. Ele também é entendido e ágil com sua pena, através da qual consegue unir letras sagradas, idéias e artigos de nossos Sábios ZL da Guemará, do Midrash, da Agadá, Rishonim eAcharonim, Gigantes da Torá e seus exegetas. Por meio dessa união, ele cria uma composição esplendorosa. Suas palavras são concisas e claras, capazes de despertar a alma para o amor à Torá e o temor aos Céus.
Bem-aventurado todo aquele que ler seu livro, cheio de sabedoria e conhecimento, escrito de forma clara e elucidativa. Aquele que examinar seu texto poderá, com a ajuda de Deus, subir pela escada da Torá e se unir ao Criador – louvado seja! – e servi-Lo em santidade, em estudo, em oração e no cumprimento de mitsvot, com amor, alegria e entusiasmo.”

Rabino David Benayon

***

Sobre o autor:

Ruben Rosenberg estudou no Colégio Barilan e foi ativista do Movimento Juvenil Bnei Akiva do Rio de Janeiro. Cursou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ, transferindo-se posteriormente para o Technion (Israel Institute of Technology) de Haifa. Nesse período, estudou no Bêt Midrash do Technion, dirigido pelo Rabino Eliahu Zini. Desde 1992, quando se fixou em São Paulo, Rubinho é professor da Área Judaica do Colégio Bialik, actuando também no Colégio Iavne, no projeto Kiruv e, mais recentemente, no projecto Chinuch Marcha da Vida, do Fundo Comunitário. É formado em Letras – Português e Hebraico. É casado e pai de 4 filhos.

Veja do mesmo autor:

Ensaios sobre a Torá – Bereshit (Génesis)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_BERESHIT/p440356_1618314.aspx

Ensaios sobre a Torá – Shemot (Êxodo)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_SHEMOT/p440356_2957995.aspx

Ensaios sobre a Torá – Vaicrá (Levítico)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_VAICR_/p440356_2957864.aspx

ENSAIOS SOBRE A TORÁ – BERESHIT


Ensaios  Bereshit

Ruben Rosemberg, Editora Sêfer, 329 páginas (16×23 cm, capa dura), ISBN 85-85583-79-8, 2007

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Colectânea de ensaios sobre as porções semanais da Torá – o volume 1 é sobre o Gênesis -, apresentando uma visão inovadora e bastante didáctica sobre os temas tratados. Capa dura.

“O livro Bereshit é também chamado por nossos Sábios de “Livro dos Correctos”, pois conta a história de nossos patriarcas, que eram correctos em suas atitudes, procurando fazer o bem a todas as criaturas e agir com honestidade e rectidão. Contudo, as palavras da Torá incluem muito mais do que as próprias histórias, englobando lições de moral, segredos Divinos da Criação e da humanidade.

Este trabalho nos ajuda a desvendar parte destas lições e segredos, numa linguagem clara, trazendo ao público brasileiro sínteses de grandes livros que extraíram do texto da Torá esses grandes ensinamentos.

O autor destaca-se pelo seu bom senso, cultura, carisma e clareza na divulgação de valores éticos e judaicos, além da originalidade na forma de transmiti-los. Sem dúvida, será de grande utilidade a educadores, alunos e todos aqueles que procuram o verdadeiro significado do judaísmo.”

Rabino Raphael Shammah

***

Sobre o autor:

Ruben Rosenberg estudou no Colégio Barilan e foi ativista do Movimento Juvenil Bnei Akiva do Rio de Janeiro. Cursou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ, transferindo-se posteriormente para o Technion (Israel Institute of Technology) de Haifa. Nesse período, estudou no Bêt Midrash do Technion, dirigido pelo Rabino Eliahu Zini. Desde 1992, quando se fixou em São Paulo, Rubinho é professor da Área Judaica do Colégio Bialik, actuando também no Colégio Iavne, no projeto Kiruv e, mais recentemente, no projecto Chinuch Marcha da Vida, do Fundo Comunitário. É formado em Letras – Português e Hebraico. É casado e pai de 4 filhos.

Veja do mesmo autor:

Ensaios sobre a Torá – Shemot (Êxodo)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_SHEMOT/p440356_2957995.aspx

Ensaios sobre a Torá – Vaicrá (Levítico)

http://www.judaicaportugal.com/ENSAIOS_SOBRE_A_TOR__-_VAICR_/p440356_2957864.aspx

ZEMIRÓN COMPLETO


Zemirón Completo

Edição Jairo Fridlin, Editora Sêfer, 160 páginas (14×21 cm, capa dura de luxo), ISBN 978-85-85583-95-8, 2008

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Zemirón Completo – com Tradução e Transliteração

Edição luxuosa, em papel cuchê e colorida, de todas as rezas e canções da mesa do Shabat, em três versões: hebraico, tradução completa e transliteração. Inclui a Bênção de Graças Após as Refeições, as Bênçãos Nupciais, o Kidush (Santificação) para os dias de festa, a cerimônia de Ushpizin (inédito em português) e diversas outras canções.

***

Significado do Shabat

O Shabat ocupa um lugar central no judaísmo. Sua imagem e seu múltiplo conteúdo encontram sua expressão numa vasta literatura. A ideia do Shabat e sua importância são ressaltadas na Bíblia inteira, a começar pelo relato da Criação e pelo lugar que ocupa nos Dez Mandamentos, dados durante a Revelação no Monte Sinai. É o Shabat que tem sido o factor principal da característica judaica do Povo de Israel, durante os longos séculos de sua Diáspora. O judeu, tão frequentemente oprimido e perseguido por povos malvados e cruéis, voltava a ser um homem livre ao encontrar  sua paz de espírito e descanso espiritual uma vez por semana. A libertação semanal de opressão aliviava a aflição da Galut (Diáspora, dispersão), até reduzi-lo a seis dias semanais, pois que o Shabat proporcionava um intervalo.

Deveras, parece que nunca houve uma geração que precisou tanto do descanso espiritual como a nossa. As muitas atividades de hoje em dia exigem do homem um esforço mental muito maior do que no passado. Os meios de comunicação a ele apelam incessantemente, de todos os lados, e penetram na sua vida particular e pública. O ritmo de vida estonteante da nossa época sujeita o homem a uma grande pressão. Ele não tem tempo para encontrar-se consigo e com seus pensamentos, para refletir sobre seus atos e pensar sobre suas ideias e melhorar seus passos. O ser humano perde sua personalidade. Diminui cada vez mais o número de pessoas com condições de expressar opiniões próprias sem estarem influenciadas e orientadas pelos meios de comunicação. O desligamento do grande mundo e o recolhimento para o ambiente íntimo criado pelo Shabat, por um dia, podem assegurar a liberdade espiritual do indivíduo.

Extraída da Resenha das Festas Judaicas,  do Rabino Abraham Blau, traduçãoo de Rafael Fisch, São Paulo, 1981, in “Sidur Avodat Halev”.

TORÁ HOJE


Torá Hoje

Pinchas H. Peli, Editora Sêfer, 252 páginas (14×21 cm, brochura), ISBN 978-85-85583-93-4, 2009

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Torá Hoje – Um encontro renovado com a Escritura Sagrada

Um dos elementos centrais da liturgia judaica é a leitura semanal de uma das 54 porções (trechos) da Torá – os cinco primeiros livros da Bíblia, também conhecidos como a Lei de Moisés. Esta obra é a compilação de 54 criativas análises sobre cada uma delas, publicadas originalmente na coluna de Pinchás H. Peli no jornal Israelita Jerusalém Post durante a década de 1980.

Escritos em estilo claro e moderno, cada um desses ensaios aproxima o leitor do precioso mundo da Torá e da forma como o judaísmo encara e enfrenta os desafios da sociedade moderna. Esse tipo de comentários é leitura essencial para judeus em todo o mundo – tanto na hora em que suas famílias se reúnem ao redor da mesa do Shabat, como para rabinos e seus alunos, ou professores e catedráticos da Bíblia. Os hermeneutas cristãos também são devotos e interessados leitores do Rabino Peli.

Esta reedição de Torá Hoje permitirá à nova geração de estudiosos e amantes da Bíblia o acesso a este grande clássico da literatura judaica do século 20.

***

“Torá Hoje é um modo efetivo e memorável de se apresentar ao leitor secular contemporâneo as antigas e sagradas tradições da Bíblia, de forma edificante e inspiradora. Nessa obra, o Rabino Peli expressa sua alma judaica e mente pensadora por meio de sua preciosa habilidade poética.”

Rabino Dr. Norman Lamm (ex-presidente da Yeshiva University)

***

Sobre o autor:

O Rabino Pinchás Hacohen Peli (1930-1989) ocupou lugar de destaque na vida intelectual e religiosa de Israel. Foi amigo e discípulo do Rabino Joseph B. Soloveitchik e de Abraham Joshua Heschel, bem como chefe do Departamento de Literatura Hebraica e da cátedra de Valores Judaicos da Universidade Ben Gurion, em Beer Shéva.

REFLEXÕES SOBRE A TORÁ



Rabino Moshe Grylak, Editora Sêfer, 312 páginas (14×21 cm, brochura), ISBN 85-85583-13-4, 1998 – 3ª edição

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Reflexões sobre a Torá – Parashá Ufishrá

Reflexões sobre a Torá é um livro dedicado àqueles que não estão familiarizados com os textos sagrados ou que buscam neles fontes de inspiração para os dias que vivemos. As explicações e comentários de Moshe Grylak sobre as porções semanais da Torá, originalmente publicadas na coluna Parashá Ufishrá do diário israelita Maariv, fazem chegar ao coração toda a riqueza contida na maior bem do judaísmo. Através de uma linguagem clara e acessível, profunda e repleta de sabedoria, o autor leva o leitor a conhecer de perto a única luz capaz de elevar o espírito humano: a luz da Torá.

***

A cada manhã de sábado, judeus observantes do mundo inteiro caminham até suas sinagogas e lêem exactamente a mesma Parashá, a porção da Torá referente àquela semana. Sem jamais abrir mão da profundidade de conteúdo, Reflexões sobre a Torá traz diversas destas passagens explicadas e comentadas em linguagem jornalística, simples e directa. Graças ao dom único de Moshe Grylak, o prazer e o enriquecimento espiritual que derivam desta leitura, normalmente restritos ao universo religioso judaico, tornam-se acessíveis a milhares de pessoas.

Grande parte dos textos que compõem este livro foi originalmente publicada nas edições de fim-de-semana do diário israelita Maariv. Ao longo de 16 anos consecutivos, Parashá Ufishrá, coluna escrita por Grylak, conquistou e tornou cativos leitores de todas as vertentes. Uma das explicações para o sucesso que obteve junto ao grande público diz respeito à sua habilidade inata em trazer para o presente, de forma acessível e coloquial, as lições mais profundas dos textos sagrados.

É com imenso orgulho que a Editora Sêfer lança no Brasil uma obra como esta, capaz de iluminar e alimentar o espírito com os ensinamentos mais caros do judaísmo, expostos de maneira especialmente atraente ao público religioso e laico, a judeus e não judeus.

***

Sobre o autor:

Nascido na Bélgica em 1936, Moshe Grylak imigrou aos 9 anos para Israel, onde estudou nos seminários rabínicos Col Torá, em Jerusalém, e Ponowicz, em Bene Brac.

Educador de renome, foi enviado pela Agência Judaica a São Paulo em 1966, onde trabalhou como professor no Colégio Iavne Beit Chinuch até 1970. De volta a Israel, ao lado de sua principal actividade, actuou também como redactor-chefe de diversas publicações especializadas, e responde actualmente pela conceituada revista Mishpachá, palavra hebraica que significa família.

Moshe Grylak manteve por 16 anos consecutivos uma das colunas semanais mais aclamadas do diário israelita Maariv, chamada Parashá Ufishrá, comentando a porção da Torá lida a cada Sábado, o Shabat judaico.

Além de leccionar em seminários rabínicos, Grylak percorre o mundo como conferencista, e seu nome é conhecido e reverenciado entre intelectuais judeus e não judeus. É autor de 12 livros e sua obra, em grande parte já traduzida para o inglês, francês, yidish e espanhol, lhe valeu prémios importantes no circuito literário internacional.

Moshe Grylak vive em Israel, é casado, tem seis filhos e 14 netos.

OS PORQUÊS DA TORÁ



Alfred J. Kolatch, Editora Sêfer, 416 páginas (14×21 cm, brochura), ISBN 85-85583-57-6, 2004

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Embora a Torá, composta pelos cinco primeiros livros da Bíblia, seja o objecto mais amado e celebrado no judaísmo, sua origem Divina ainda é questionada. Muitos se perguntam qual é a fonte desse documento sem igual que existe há 3500 anos? Quais são as origens das incontáveis leis, costumes e tradições que determinam seu texto e sua leitura? Por que judeus ortodoxos e não ortodoxos seguem certas práticas de maneiras diferentes?

Nesta obra, o rabino Alfred J. Kolatch segue a mesma fórmula bem sucedida de perguntas e respostas que criou para o Livro Judaico dos Porquês e sua sequência, o Segundo Livro Judaico dos Porquês, ambos publicados no Brasil pela Editora Sêfer. O rabino Alfred J. Kolatch não apenas dá respostas, mas também explica os diversos rituais e procedimentos referentes à Torá do modo como são observados hoje em dia.

Como se escreve uma Torá no pergaminho? O que são Notas Massoréticas? Por que certos textos são escritos de determinada maneira e lidos de outra forma? Qual o critério para se deixar certos espaços no texto? Qual a ligação entre os textos lidos dos profetas a cada semana com a porção semanal da Torá? Por que a Torá foi outorgada no Monte Sinai e não em Israel?

Estas e muitas outras dúvidas são respondidas de forma concisa, objectiva e acessível a todos os leitores, de leigos a eruditos e pesquisadores. Afinal, “Esta é a Lei que Moisés pôs diante dos filhos de Israel, de acordo com o Eterno, por intermédio de Moisés”.

Jairo Fridlin

***

Sobre o Autor:

O Rabino Alfred J. Kolatch é formado pelo Seminário para Professores e pela Faculdade de Ciências Humanas da Yeshiva University, foi ordenado rabino pelo Jewish Theological Seminary of America, recebendo em seguida o Título Doutor Honoris Causa em Teologia. De 1941 a 1948 exerceu a função de rabino nas congregações de Columbia, Carolina do Sul, Kew Gardens e Nova York, e como rabino do exército dos Estados Unidos. Em 1948, fundou a Jonathan David Publishers, onde ocupa o cargo de director-presidente.

Entre suas inúmeras obras publicadas destacam-se: The New Name Dictionary, The Jewish Home Advisor, The Jewish Child’s Book of Why, Our Religion: The Torah, Jewish Information Quis Book, Who’s Who in the Talmud, The Family Seder e The Complete Dictionary of English and Hebrew First Names.

Em Português foram lançados: Livro Judaico dos Porquês, Segundo Livro Judaico dos Porquês, Os Porquês da Torá e Estórias da Bíblia para Crianças, pela Editora e Livraria Sêfer.

O MAIS COMPLETO GUIA SOBRE JUDAÍSMO


Rabino Benjamin Blech, Editora Sêfer, 496 páginas (16×23 cm, brochura), ISBN 85-85583-53-3, 2004

Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Você não precisa de ser Judeu para conhecer esta religião milenar! É claro que você não é tolo. Você sabe que o cristianismo e o islamismo derivam do judaísmo, a “religião-mãe”, mas não têm a certeza do que elas têm em comum e em que são diferentes. O que faz do Judaísmo uma religião singular? O que os Judeus encontram em sua crença que lhes dá sabedoria, conforto e plenitude espiritual?

Compreender o judaísmo não é assim tão difícil – especialmente se você tem O Mais Completo Guia sobre Judaísmo nas mãos. Este livro traz:

·O bê-á-bá do judaísmo.

·Explicações claras e precisas das primeiras crenças, leis e costumes de um povo milenar.

·Origens e interpretações das tradições mantidas por judeus de todo o mundo.

·Apresentação concisa das principais obras do judaísmo – da Bíblia aos ensinamentos da Cabalá.

·A visão judaica sobre sexo, casamento, criação dos filhos, luto e muito mais.

·Comentários e reflexões sobre os desafios contemporâneos do povo judeu.

Aprenda mais sobre:

·Tradições populares, rituais e cerimónias.

·O que acontece em uma sinagoga.

·As três diferentes maneiras de rezar.

·As grandes festas e como celebrá-las.

·Os estágios do luto segundo o judaísmo.

·Misticismo e Cabalá.

·Reflexões do Talmud e do Midrásh.

Sobre o Autor:

O Rabino Benjamin Blech é um educador, líder religioso, escritor e um orador conhecido nos Estados Unidos e Internacionalmente. Ele é professor associado da Yeshiva University e rabino emérito da Congregação Young Israel of Oceanside, em Nova York. Aparece com frequência em canais de TV norte-americanos e escreve para jornais e revistas como Newsweek e The New York Times. Seu sítio na internet é www.benjaminblech.com.

Comentário sobre esta obra:

Com sensibilidade e conhecimento, o rabino Blech expõe as muitas cores do pensamento judaico um verdadeiro arco-íris em technicolor. Através de uma mescla única de relatos, midrashim, princípios éticos e história, somos convidados a conhecer de perto este rico universo.

Richard M. Joel, ex-presidente e director internacional da Fundação Hillel: Fundação para uma Vida Universitária Judaica, e a actual presidente da Yeshiva University de Nova York.

Euroenigma associa-se ao Evento Letras do Mundo na Byblos



Vai decorrer na Livraria Byblos, entre 26 de Maio e 5 de Junho de 2008, a primeira edição das «Letras do Mundo», dedicada a Israel, actualmente a celebrar o seu 60º aniversário.

Durante esse período, mais de uma centena de títulos, em português mas também em inglês e francês, bem como um ciclo de conferências e outras iniciativas afins, proporcionarão ao público a possibilidade de conhecer muitas das obras mais significativas da literatura hebraica moderna, contemporânea do regresso à Palestina, da criação de Israel e das suas seis décadas de existência, bem como o contexto histórico em que ela se afirmou como uma da mais vibrantes literaturas do mundo.

Como não podia deixar de ser, a editora Sêfer através da Euroenigma associa-se a este evento e estará presente com grande parte do seu sortido de títulos, que mesmo depois do evento continuarão disponíveis na livraria e no “website” da Byblos.

A cerimónia de abertura (dia 26 de Maio) será presidida por S. E. o Embaixador de Israel, Sr. Aaron Ram, e incluirá um concerto de música klezmer, pelo Mucznik Quintet.

Richard Zimler, autor do best-seller mundial «O último cabalista de Lisboa», abordará na sua conferência (dia 27 de Maio) o tema da «busca de identidade» judaica, traçando o mapa dos «paralelismos entre a ficção da diáspora e a ficção israelita».

Lúcia Liba Mucznik, tradutora para português de autores como Amos Oz, David Grossman, Alona Kimhi ou Etgar Keret, partilhará com o público (dia 28 de Maio) «reflexões em torno da língua e literatura hebraicas contemporâneas», considerando o movimento que transportou o hebraico – língua dormente durante dois mil anos, reservada apenas aos actos de culto – «do texto sagrado para a rua».

Lídia Jorge, a autora de «O dia dos prodígios» e «O cais das merendas», debruçando-se sobre a obra «Em carne viva», de David Grossman, falará (dia 30 de Maio) da «chamada da terra», isto é, nas suas palavras, da forma exemplar como naquele autor israelita o impulso poético existe em permanente tensão com a urgência do político.

Rui Zink, autor de «Hotel Lusitano» e «Dádiva divina», conversará com o público (dia 4 de Junho) «em torno de Amos Oz».

A história e a actualidade serão abordadas por João Pereira Coutinho, colunista do «Expresso» e da «Folha de São Paulo», numa conferência (dia 3 de Junho) intitulada «Operação Shylock: Ficções e Realidade».

O ciclo encerra dia 5 de Junho, com uma palestra de Esther Mucznik, investigadora de Estudos Judaicos e co-autora e editora da obra «Israel, ontem e hoje», sobre «Israel ou a Difícil Busca da “Normalidade”».

Durante as «Letras do Mundo» terá lugar uma leitura de poemas (dia 27 de Maio), de Rami Saari e por Rami Saari, poeta israelita contemporâneo e tradutor de Fernando Pessoa para hebraico. A leitura será em hebraico e o poeta Nuno Moura fará a leitura dos poemas em tradução portuguesa.

Além de uma vasta mostra e oferta de livros, a Livraria Byblos terá disponível ao público, durante toda a duração das «Letras do Mundo», uma selecção de discos de música judaica e israelita.

Byblos Amoreiras
Rua Carlos Alberto da Mota Pinto, 17
Lisboa

 

In Revista Os Meus Livros de Outubro 2007


Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

%d bloggers like this: