CELEBRANDO A VIDA


Celebrando a Vida

Rabino Jonathan Sacks, Editora Sêfer, 233 páginas (14x21cm, capa flexível), ISBN 978-85-7931-011-9, 2010

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

Celebrando a Vida – Encontrando a felicidade em lugares inesperados

“Nessas reflexões, eu tento dizer o que é felicidade, como nós as criamos, como nós a perdemos e como, às vezes, passamos por ela sem reconhecê-la. A felicidade não está em outro lugar; ela está onde nós estamos. Não é algo que ainda não temos; nós já possuímos. Não é fantasia; é a realidade vivida de uma determinada maneira. A felicidade é parente próxima da fé.”

Logo depois da grande dor causada pela morte de seu pai, o Rabino-Chefe Lord Jonathan Sacks começou a aprender uma nova maneia de celebrar a vida. Descobriu que a felicidade mora, muitas vezes, em lugares inesperados dentro de uma família, de uma comunidade, das amizades e responsabilidades. Ele também a encontrou por meio de um relacionamento renovado com Deus que fala às nossas necessidades mais profundas.

Celebrando a Vida é um livro para pessoas de todas as crenças e de nenhuma. Ele nos ensina a ser mais humanos e a chegarmos, assim, mais perto de Deus.

***

Sobre o autor:

Rabino Lord Jonathan Sacks é, desde 1991, Rabino-Chefe da Grã Bretanha e Comunidade Britânica. Educado em Cambridge e Oxford, lecionou em universidades e liderou congregações na Inglaterra, em Israel e nos Estados Unidos.

Autor de vários livros, entre eles “Uma Letra da Torá” e “Para Curar um Mundo Fracturado”, publicados em português pela Editora Sêfer, ele vive em Londres, Inglaterra.

***

Outras obras do mesmo autor:

Uma Letra da Torá:

http://www.judaicaportugal.com//UMA_LETRA_DA_TOR_/p440356_1593190.aspx

Para Curar um Mundo Fracturado:

http://www.judaicaportugal.com//-PARA_CURAR_UM_MUNDO_FRACTURADO/p440356_1593078.aspx

Anúncios

UMA LETRA DA TORÁ


Uma jornada ao âmago do legado espiritual da religião mais antiga do mundo

Rabino Jonathan Sacks, Editora Sêfer, 288 páginas (16×21 cm, capa flexível), ISBN 85-85583-45-2, 2002 (2ª edição)

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

O Baal Shem Tov, rabino do século XVIII que fundou o Chassidismo, comparou o povo judeu a uma Torá via, na qual cada judeu é uma letra do texto sagrado. No pergaminho, uma única letra danificada invalida a Torá. No judaísmo, a ausência ou o afastamento de um único indivíduo faz todo o povo sofrer.

O Rabino Jonathan Sachs usa esta metáfora para construir uma argumentação apaixonada em prol da prática religiosa nessa época secular, e nos convida a participar activamente da preservação de uma tradição tão rica e envolvente quanto a nossa. Nunca antes um livro expressou com tanta eloquência o regozijo de ser judeu.

Esta é a história da esperança de um homem em relação ao futuro – um futuro no qual a geração dos nossos filhos abraçará com alegria toda a beleza da religião mais antiga do mundo.

***

Prefácio do Autor

Hoje, em toda a Diáspora, um em cada dois judeus casa-se fora da religião, ou simplesmente não se casa, ou toma a decisão de não formar um lar judaico, ter filhos judeus e dar continuidade à história judaica.

Em momentos assim, raros na nossa história, nos deparamos com a pergunta: Quem sou eu e por que devo permanecer judeu? É uma pergunta que nunca pode ser respondida abstractamente. Ela é profundamente pessoal e pede uma resposta pessoal.

Este livro é a minha resposta pessoal. Nenhum de nós pode responder em nome de outra pessoa. Mas, às vezes, saber o que outros pensavam sobre o assunto ajuda, e por isso decidi publicar o livro como uma carta aberta à próxima geração.

Escrevê-lo acabou por tornar-se uma jornada de descobrimento. Todas as vezes que perguntei não “O Quê?”, mas “Porquê?”, encontrei o judaísmo a revelar-se aos meus olhos de uma forma que jamais vira. Por esta razão, no coração da história que tenho para contar está a minha própria teologia do judaísmo, algo que eu nunca havia escrito antes.

Quanto mais eu me aprofundava no mistério que envolve a sobrevivência do judaísmo, mais nitidamente percebia a originalidade, a precisão, a pura sanidade de sua visão do mundo e da humanidade, e de como ela é pouco compreendida por nós mesmos e por outros, mesmo hoje em dia. Precisamos voltar aos nossos textos. A crise é criativa. Ao contrário do que acontece em períodos mais calmos, ela permite-nos encontrar uma antiga herança de uma nova maneira.

Ofereci o primeiro exemplar deste livro ao no nosso filho Joshua e à nossa nora Eve no dia do seu casamento. É o meu presente a eles. É também um tributo ao meu pai, de abençoada memória, e ao que aprendi com ele. Este é o meu Yizcor, a prece que faço em sua memória. Porque quando os judeus se lembram, eles o fazem em nome do futuro, o lugar onde, se formos fiéis, o passado nunca morre.

Rosh Chodesh Elul, 5760

***

Sobre o Autor:

O Rabino Jonathan Sacks é, desde 1991, Rabino-Chefe da Grã-bretanha e Comunidade Britânica. Educado em Cambridge e Oxford, leccionou em universidades e liderou congregações na Inglaterra, em Israel e nos Estados Unidos. Autor de vários livros, entre eles “Arguments for the Sake of Heaven” e “The Politics of Hope”, ele vive em Londres, Inglaterra.

PARA CURAR UM MUNDO FRACTURADO


A Ética da Responsabilidade

Rabino Jonathan Sacks, Editora Sêfer, 360 páginas (16×23 cm, capa flexível), ISBN 85-85583-86-6, 2007

PORTUGAL: Informações e encomendas através do email euronigma@sapo.pt

***

A única coisa que se iguala ao fundamentalismo do ódio é um contra-fundamentalismo de amor.

O Rabino Jonathan Sacks é uma das maiores autoridades contemporâneas em moral e autor de Uma Letra da Torá, publicado no Brasil pela Editora Sêfer.

Um dos conceitos mais característicos e polémicos do judaísmo é sua ética da responsabilidade. Porque recebemos a dádiva da liberdade, é nosso dever honrar e engrandecer a liberdade dos outros. Nenhuma outra geração foi tão estimulada a acreditar que a única fonte de significado é a satisfação das necessidades individuais.

O Rabino Sacks mostra aqui o profundo engano contido nessa crença. A ética diz respeito à vida que vivemos em conjunto, ao bem que só existe quando compartilhado.

A argumentação construída pelo Rabino Sacks expõe a dimensão do seu comprometimento com a condição humana e reflecte a riqueza do seu conhecimento. Ele fala de Sigmund Freud ou Karl Marx com a mesma autoridade com que cita e comenta a Bíblia Hebraica (Tanach). Para Curar um Mundo Fracturado é seu chamado à sociedade para que caia em si, para que volte à razão.

***

O Mundialmente reconhecido Rabino-Chefe Dr. Jonathan Sacks tem voltado a sua atenção à responsabilidade e ética judaicas. Através de histórias sobre pessoas normais que agem com um diferencial humano singular, ele explica o poder, a responsabilidade e as origens das boas acções pelas várias perspectivas do judaísmo.

De acordo com o Rabino Sacks, Deus criou o mundo imperfeito para que nós terminássemos Sua obra. Ao nos presentear com esta linda obra, certamente o Rabino está a fazer a sua parte.

Por esta razão, é um prazer e uma honra apoiar a publicação deste livro em português e participar da grande aventura intelectual e emocional contida nessas páginas.

United Medical

***

“Ser humano significa ser consciente e ser responsável.”

Viktor Frankl

“Quando eu era jovem, queria mudar o mundo. Tentei, mas o mundo não mudou. Tentei mudar a minha cidade, mas a cidade não mudou. Tentei mudar a minha família, mas a minha família não mudou. Então, eu soube: primeiro, eu deveria mudar a mim mesmo.”

Rabino Israel Salanter

***

Sobre o Autor:

O Rabino Jonathan Sacks é, desde 1991, Rabino-Chefe da Grã-bretanha e Comunidade Britânica. Educado em Cambridge e Oxford, leccionou em universidades e liderou congregações na Inglaterra, em Israel e nos Estados Unidos. Autor de vários livros, entre eles “Arguments for the Sake of Heaven” e “The Politics of Hope”, ele vive em Londres, Inglaterra.

%d bloggers like this: